top of page
  • Startups

De olho na omnicanalidade, dona da Evino mira parcerias e aquisições

O Víssimo Group, dono das marcas Evino e Grand Cru, está avançando a passos largos rumo às suas ambições de omnicanalidade. Para chegar lá, a companhia, que se posiciona como maior varejista de vinhos do Brasil, quer intensificar suas colaborações com startups e está de olho em possíveis aquisições.

A Evino nasceu há quase 10 anos com o propósito de desmistificar e tornar mais acessível o consumo de vinhos no Brasil, mirando o consumidor médio brasileiro com uma plataforma de e-commerce de garimpos de rótulos europeus e educação sobre vinhos, com uma linguagem menos rebuscada. A base histórica de clientes já ultrapassa 1,6 milhão de consumidores e a empresa importou mais de 45 milhões de garrafas desde o começo da operação. Impulsionada pelo aumento no consumo de vinhos no Brasil – sobretudo após a pandemia – a empresa faturou R$ 660 milhões no ano passado com geração de caixa e projeta R$ 800 milhões para 2022.


Em outubro de 2021, a Evino adquiriu uma de suas principais concorrentes, a importadora Grand Cru, cujo foco é um público mais conhecedor do universo de vinhos e produtos premium. Atuando de forma complementar, as marcas operam sob o Víssimo, holding formada após a aquisição, que detém as marcas. Seis meses depois da aquisição, a empresa levantou R$ 650 milhões, em um aporte liderando pela Vinci Partners com participação do family office JCR, do Paraná, e da XP Private.



Leia a matéria completa aqui: https://startups.com.br/noticias/capitalizada-evino-busca-tecnologia-e-talentos-para-crescer/#:~:text=Em%20outubro%20de%202021%2C%20a,que%20%C3%A9%20detentora%20das%20marcas.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Hilton traça plano para enfrentar Accor no Brasil

Disputa será na principal categoria do mercado, a econômica, onde a marca Ibis é dominante O grupo Hilton está se organizando para disputar espaço no Brasil com a líder Accor na principal categoria do

Gestora IG4 sai de Iguá e busca novos negócios

Fundos canadenses CPP e AIMCo assumem controle da Iguá Saneamento; em paralelo, gestora capta novo fundo de investimento A IG4 Capital fechou um acordo para sair da Iguá Saneamento, que seguirá sob co

Comments


bottom of page