top of page
  • Valor Econômico

Na Santa Fé, Centola vai colocar Fiagro na vitrine

Ex-Modal e Goldman Sachs assume posição paralela à que tem no Banco Master para atrair estrangeiros



Eduardo Centola, ex-co-CEO do Modal e recém-contratado do Banco Master para desenvolver a distribuição e estruturação de operações fora do Brasil, tornou-se sócio e membro do conselho da Santa Fé Investimentos. A asset teve origem no family office dos Bueno, hoje faz gestão de recursos de terceiros com carteiras de ações e multimercados e tenta emp emplacar um fundo de investimentos para o setor agropecuário (Fiagro), com lastro em terras, que está na origem dos negócios do grupo.


Com o duplo chapéu, o executivo pretende fazer a conexão do banco e da gestora com o mercado internacional, valendo-se do relacionamento que construiu por meio das instituições por onde passou ao longo de quase três décadas - ele foi CEO do banco de investimentos do UBS no Brasil, do Standard Bank nas Américas e co-head para América Latina do GoldmSachs e da Merrill Lynch.


Enquanto no Master ele tem a missão de buscar, por exemplo, uma aquisição para o banco nos Estados Unidos, na Santa Fé vai ser a figura institucional da porta para fora. Centola fará o meio de campo para atrair o investidor estrangeiro para o fundo de terras, uma carteira cujo retorno virá efetivamente do arrendamento,, valorização e comercialização dos ativos, e não de títulos de crédito, como tem sido comum com a modalidade.


Leia a matéria completa aqui: https://valor.globo.com/financas/noticia/2022/05/16/na-santa-fe-centola-vai-colocar-fiagro-na-vitrine.ghtml

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


bottom of page