top of page
  • Valor Econômico

Isenção de IR para estrangeiro em debêntures só deve atrair recursos no longo prazo

Falta de liquidez no mercado secundário tende a inibir estrangeiros


A proposta do governo de isentar estrangeiros de imposto de renda na compra de debêntures deve impulsionar a entrada de recursos externos no país, mas esse efeito provavelmente não será tão evidente no curto prazo.Fatores como a falta de liquidez no mercado secundário e a possibilidade de compra de títulos de dívida no exterior podem adiar o fluxo esperado, segundo bancos ouvidos pelo Valor, que, no entanto, consideram o projeto benéfico para o mercado de dívida, caso aprovado. O texto foi enviado ao Senado em junho, após passar pela Câmara dos Deputados.


“A isenção é algo super positivo porque significa que o país dará um tratamento igualitário para a dívida, assim como já tem para equity”, diz Matheus Licarião, superintendente executivo de mercado de capitais do Santander Brasil. “Só que, em um primeiro momento, não vejo estrangeiros vindo em massa ou [a migração de] um fluxo de recursos que hoje estão em títulos públicos.”


Para Licarião, o fato de a maior parte dos títulos privados estar atrelada a um indexador pós-fixado, como CDI ou IPCA, pode causar estranheza no estrangeiro, que está habituado a títulos prefixados. “Acredito que os investidores que já têm alocações no Brasil vão continuar preferindo os títulos públicos”, afirma.



Leia a matéria completa aqui:https://valor.globo.com/financas/noticia/2022/08/30/isencao-em-debenture-atrai-mas-fluxo-pode-demorar.ghtml

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

RBR Asset entra em crédito imobiliário nos EUA

Fundo voltado a profissionais vai financiar obras residenciais, galpões e projetos A RBR Asset, gestora com mais de R$ 9 bilhões sob gestão, está entrando no segmento de crédito imobiliário nos Estado

Comments


bottom of page