top of page
  • Valor Econômico

Google fecha acordo com governo do Canadá para pagar por notícias on-line

O acerto, que prevê o pagamento de US$ 74 milhões anuais às empresas de notícias, pode evitar o bloqueio de notícias no mecanismo de busca no Canadá


O Google, da empresa Alphabet, fechou um acordo com o governo do primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, sobre uma lei que exige que as plataformas digitais paguem por notícias.


O Google concordou em contribuir anualmente com 100 milhões de dólares canadenses (US$ 74 milhões) em apoio financeiro, indexado à inflação, para uma ampla gama de empresas de notícias no Canadá, disse o ministro do Patrimônio, Pascale St-Onge, em um comunicado nesta quarta-feira (29).


“São 100 milhões de dólares canadenses que não existem neste momento no sistema. É dinheiro novo, novas receitas. É bom para o setor de notícias”, disse St-Onge a repórteres em Ottawa, acrescentando que o Canadá pode renegociar se algum acordo melhor for alcançado em outros países.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Gestoras têm desafio para saída em seca de IPO

Fundos de private equity devem ter um dos piores anos para a venda de ativos Os fundos de private equity, que são aqueles que compram participações em empresas, deverão encerrar 2023 com a marca de pi

Incorporadora Kallas planeja IPO para o início de 2024

Assim como em 2020, a decisão do IPO vai depender do preço Os planos de oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da incorporadora Kallas serão retomados no início de 2024. O grupo, que reúne

bottom of page