top of page
  • Valor Econômico

Gestoras têm desafio para saída em seca de IPO

Atualizado: 1 de abr.

Fundos de private equity devem ter um dos piores anos para a venda de ativos

Os fundos de private equity, que são aqueles que compram participações em empresas, deverão encerrar 2023 com a marca de pior ano para a venda de ativos de seus portfólios em mais de uma década de atuação na região, reflexo direto da volatilidade e juros altos que travaram a janela para abertura de capital na bolsa brasileira.

A dificuldade, no entanto, não é restrita ao Brasil e o mesmo fenômeno também vem sendo observado em outras regiões do globo. Nos Estados Unidos, que abriga a indústria mais madura do mundo, por exemplo, muitos fundos também enfrentam maior dificuldade de encontrar uma porta de saída a valores atrativos para as empresas investidas.




10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

XP e BTG surfam na oferta verticalizada na previdência

Bancos de investimento ainda têm pouco tempo de mercado e buscam uma fatia maior da clientela Em setembro, um investidor com cerca de R$ 300 mil na previdência de uma gestora independente na plataform

Comentarios


bottom of page