top of page
  • Valor Econômico

Gestora Pátria Investimentos ingressa no mercado livre de energia

Atualizado: há 6 dias

Uber dos caminhoneiros aplica IA para eficiência nas rotas


Investidora de ativos de geração e transmissão de energia, a gestora Pátria Investimentos colocou os pés no segmento da comercialização, mercado em alta nos últimos anos e no qual se espera um salto de negócios em 2024. A empresa associou-se a executivos ligados à comercialização e juntos fundaram a Tria Energia, com foco em negociações de curto prazo (trading) e em operações de crédito e gestão de riscos.


Ao Pátria, sócio majoritário na Tria, se uniram os executivos Daniel Lima, Thiago Natacci, Rodrigo Pelizzon e Heloy Rudge, todos ex-Targus Energia, comercializadora comprada pela Vibra em 2021.


Inicialmente, a nova empresa negociará contratos diretamente, mas não descarta entrar em atividades como transações na BBCE, ambiente de negociação bilateral (balcão) e até mesmo em bolsa, como a recém-criada N5X. O trading é uma operação na qual os contratos de energia trocam de mãos como uma commodity.


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page