• Luiz Henrique Mendes

Fintech Justa consegue funding com Itaú para financiar cliente

Pequenas empresas poderão adiantar recursos para pagar boletos


A Justa, fintech que começou com uma maquininha com forte presença no interior do Nordeste e vem fortalecendo sua conta digital para pequenas e médias empresas (PMEs), ganhou tempo para continuar financiando os lojistas sem abrir mão de “equity” - por enquanto. A startup criada por Eduardo Vils e Thiago Teixeira conseguiu um funding de R$ 90 milhões com o Itaú Unibanco. Os recursos serão usados pelos clientes da Justa, uma base de 20 mil pessoas jurídicas, exclusivamente para pagar contas.


“O grande barato foi captar um dinheiro para levar para o ecossistema sem precisar dar equity. Uma hora, o momento vai chegar, mas queremos uma ‘série A’ relevante”, disse Vils.


A Justa já processa alguns bilhões em pagamentos (nas maquininhas ou com os links de pagamentos, uma modalidade que vem ganhando popularidade entre os pequenos lojistas) e vem sendo abordada por investidores.


Leia matéria completa aqui:

https://valor.globo.com/financas/noticia/2021/11/30/pipeline-fintech-justa-consegue-funding-com-itau-para-financiar-cliente.ghtml

0 visualização0 comentário