top of page
  • Valor Econômico

ETFs atraem novos pesos-pesados da indústria de fundos

Atualizado: há 6 dias

Morgan Stanley, Neuberger Berman, SEI e Matthews Asia lançaram ou estão para estrear produtos



A Neuberger Berman e alguns dos maiores investidores do mundo estão ingressando no setor de fundos negociados em bolsas de valores (ETFs) pela primeira vez, buscando se posicionar em um setor que vem crescendo rapidamente e ao mesmo tempo em que os gestores ativos sofrem pressão para justificar as taxas que cobram. A casa de investimentos dos EUA faz parte de um grupo que inclui Morgan Stanley, SEI e Matthews Asia - que juntos gerenciam US$ 3 trilhões -, que recentemente lançaram ou sinalizaram a intenção de estrear os seus ETFs.


Essas instituições seguem outros pesos-pesados que se converteram recentemente, como a T Rowe Price, a Dimensional Fund Advisors e a Federated Hermes, na corrida para o lançamento de ETFs à medida que esse produto rapidamente ganha participação de mercado à custa dos tradicionais fundos mútuos.


O lançamento desses ETFs acontece em um cenário de queda nas taxas dos fundos, em mais um sinal da competição que os gestores ativos estão enfrentando à medida que os investidores aproveitam a proliferação dos produtos passivos, que são mais baratos - o ETF é mais barato para um gestor administrar do que um veículo antigo que exige a participação ativa. Essas economias geralmente são repassadas para o investidor final, juntamente com eficiência tributária superior - nos EUA, ao menos -, o que aumenta seu apelo.



Leia a matéria completa aqui:

https://valor.globo.com/financas/noticia/2022/05/31/etfs-atraem-novos-pesos-pesados-da-industria-de-fundos.ghtml


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Gestoras têm desafio para saída em seca de IPO

Fundos de private equity devem ter um dos piores anos para a venda de ativos Os fundos de private equity, que são aqueles que compram participações em empresas, deverão encerrar 2023 com a marca de pi

XP e BTG surfam na oferta verticalizada na previdência

Bancos de investimento ainda têm pouco tempo de mercado e buscam uma fatia maior da clientela Em setembro, um investidor com cerca de R$ 300 mil na previdência de uma gestora independente na plataform

Σχόλια


bottom of page