• Adriana Cotias

Brookfield navega ciclos e vê Brasil como oportunidade

Atualizado: Nov 23

Gestora desembolsou R$ 11 bi neste ano e busca longo prazo

Henrique Martins, CEO da Brookfield no Brasil: Intempéries econômicas e transição política pesam menos; o importante é respeitar contratos — Foto: Claudio Belli/Valor

Com R$ 135 bilhões em ativos sob gestão no Brasil, a Brookfield não planeja diminuir o passo no mercado local. A gigante canadense tem R$ 33 bilhões em investimentos contratados até 2023, a despeito do freio macroeconômico e do potencial de ruído das eleições em 2022. Só neste ano, os desembolsos somam R$ 11 bilhões.


Com um portfólio que contempla negócios ligados a infraestrutura, energia renovável, ativos imobiliários e private equity, intempéries econômicas e os diferentes ciclos políticos pesam pouco nas decisões, segundo Henrique Martins, CEO da Brookfield no Brasil. “A gente gosta de investir em ativos reais, em tijolo, tem a filosofia de investir na espinha dorsal da economia, para o longo prazo.”


Leia matéria completa aqui:

https://valor.globo.com/financas/noticia/2021/11/18/brookfield-navega-ciclos-e-ve-brasil-como-oportunidade.ghtml

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Emergent Cold Latin America adquire a DMX Logística

A Emergent Cold Latin America (Emergent LatAm), o mais novo operador logístico de armazenagem frigorificada da América Latina, anunciou hoje a aquisição da DMX Logística, a principal empresa especiali