• Marina Falcão e Cibelle Bouças

Betânia-Embaré quer investir em aquisições

Atualizado: Out 29

Laticínios assinam fusão que cria companhia com vendas de R$ 4 bi e ambição de ser “consolidadora”


Após um ano de negociações, as fabricantes de lácteos Betânia e Embaré, dona da marca Camponesa, assinaram a fusão de suas operações, que dá origem a uma empresa de R$ 4 bilhões por ano em faturamento. De imediato, a companhia pretende ganhar mercado nas regiões em que tem baixa presença, como o Sudeste e o Norte, além de fortalecer a linha de queijos. No longo prazo, o plano é liderar um processo de consolidação no segmento lácteo brasileiro.


Ainda sem nome até que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) se manifeste sobre a transação, a nova Betânia-Embaré será uma empresa com controle compartilhado entre três sócios, que terão aproximadamente um terço do capital cada: o Arlon, private equity que era minoritário na Betânia e estruturou a operação; a família Girão, fundadora da Betânia; e a família Antunes, dona da Embaré. Todas as marcas - Betânia, Bat Gut, Betânia Kids, Embaré e Camponesa - serão mantidas e a gestão comercial e de distribuição continuará separada.


Leia matéria completa aqui:

https://valor.globo.com/agronegocios/noticia/2021/10/27/betania-embare-quer-investir-em-aquisicoes.ghtml


4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Emergent Cold Latin America adquire a DMX Logística

A Emergent Cold Latin America (Emergent LatAm), o mais novo operador logístico de armazenagem frigorificada da América Latina, anunciou hoje a aquisição da DMX Logística, a principal empresa especiali