• Juliana Schincariol

B3 permitirá listagem de oito novos tipos de fundos

Atualizado: 24 de mar.

Entre as novidades, há modalidades de ETFs e de recibos de ações A B3 vai a permitir a listagem de oito novos tipos de fundos que expandem as possibilidades de diversificação para investidores nos mercados local e internacional. Entre as novidades, há modalidades de fundos de índices (ETFs) e de recibos de ações (BDRs), além de mais opções para a listagem de fundos.

“Estamos expandindo nossa plataforma de ativos. A listagem depende dos gestores e bancos depositários, que poderão trazer os produtos para a bolsa”, disse o superintendente de produtos de equities, juros e moedas da B3, Marcos Skistymas. O objetivo, segundo o executivo, é oferecer ao cliente local uma plataforma de investimentos completa à medida em que aumenta a necessidade de diversificação dos investimentos. “A B3, como uma infraestrutura de mercado, visa permitir o acesso dos investidores no Brasil, sem a necessidade de abrir uma estrutura offshore, que exige custos adicionais.”

Somente o mercado de ETFs encerrou 2021 com 66 opções, distribuídas entre renda variável, renda fixa, criptomoedas e commodities. Entre as novidades que poderão ser listadas estão os ETFs de moedas. Esses fundos buscam refletir a rentabilidade de índices de moedas cujas carteiras teóricas são compostas majoritariamente por ativos ou derivativos de câmbio. Já os de renda fixa internacionais, como o próprio nome diz, acompanham índices do segmento no exterior. Leia a matéria completa aqui:

https://valorinveste.globo.com/mercados/renda-variavel/bolsas-e-indices/noticia/2022/01/31/b3-permitir-listagem-de-oito-novos-tipos-de-fundos.ghtml

2 visualizações0 comentário